Hora do Crime

Entre outubro de 2019 e março de 2020 o Rainhas na História, que na altura ainda se chamava Rainhas Malditas, teve a honra de fechar uma parceria com o podcast Hora do Crime, produzido pela escritora Sarah Libardi. Ao total, entre a primeira e a segunda temporada, produzimos cinco episódios para o programa documentando a vida e os crimes de assassinos em série latinos americanos. Se deseja conferir o conteúdo dê o play logo abaixo ou escute no seu agregador de preferência.


1° temporada

Bárbara dos Prazeres

Maria Bárbara nasceu em Portugal por volta de 1761 e migrou para o Brasil aos 18 anos de idade com seu marido. No Novo Mundo a vida de Bárbara, foi uma sucessão intermitente de tragédias e mortes, muitas das quais foram perpetradas por ela mesma. Matou seu marido e logo depois o seu amantes a punhaladas. Depois de ser prostituta no RJ por vinte anos Bárbara ficou enferma e tentando recuperar a sua beleza deu início a uma macabra caça a crianças. Ouça o podcast Hora do Crime e saiba mais:


2° temporada

Carlos Eduardo Robledo Puch

Carlos Eduardo Robledo Puch nasceu no seio de uma família abastada e precisamente por esse motivo todos se surpreenderam quando ele tornou-se um serial killer. De maneira geral, os serial killer tem as suas infâncias marcadas por acontecimentos trágicos e/ou eventos traumáticos, que envolvem os próprios ou pessoas muito próximas. Porém, como Puch fugiu completamente do padrão. Ouça o podcast Hora do Crime e saiba mais:


Cayetano Santos Godino

A história de Cayetano Santos Godino é chocante, até mesmo, para as pessoas acostumadas a lerem biografias de assassinos em série e essa afirmação não é sensacionalismo, pelo simples fato de Godino ter dado início a sua série de crimes ainda quando criança e o pior de tudo é que as suas vítimas também eram crianças. Definitivamente Godino não possuía a inocência e a doçura que eram e são esperadas dos jovens. Ouça o podcast Hora do Crime e saiba mais:


Julio Pérez Silva

No índice da maldade Julio Pérez Silva, sem sombra de dúvidas, atinge a pontuação máxima. Além de matar 14 mulheres e largar os seus corpos, sem nenhuma dignidade, em lixões ou em piques de mineração abandonados, ele as estuprou brutalmente, dentro de seu próprio táxi. Conheça agora a história do homem que ficou conhecido como o psicopata do Alto Hospício. Ouça o podcast Hora do Crime e saiba mais:

Juan Fernando Hermosa Suárez

Juan Fernando Hermosa Suárez é considerado o serial killer mais jovem da história de seu país, o Equador, e é conhecido no meio da criminologia pelo terrível apelido de Niño del terror. Ao lado de sua gangue, da qual era o líder, ele matou uma dezenas de taxistas em apenas alguns meses e um par de homossexuais deixando todos em pânico. Ouça o podcast Hora do Crime e saiba mais: